Encontram uma pedra de um tamanho monstruoso na bexiga de um homem

Era tão grande quanto um ovo de avestruz, e vos mostramos no interior

Qualquer um que tenha tido pedras nos rins, a vesícula ou da bexiga, sabe perfeitamente o dolorosas que são, embora sejam muito pequenas. Por isso, apavora pensar o que teve que sofrer um paciente da Califórnia, o que os médicos removi uma que pesava mais de 700 gramas e medindo 12 cm de comprimento por nove de diâmetro.

A pedra, que parecia com a de um ovo de avestruz, havia se formado na neovejiga do homem. Dá-Se o caso de que o paciente tinha sofrido anos atrás, um câncer que o obrigou a extirparle parte da bexiga. Com os restos da mesma, os cirurgiões-lhe construíram o que se conhece como neovejiga, um tipo de intervenção que tem o efeito colateral de favorecer a formação de pedras.
Contudo, esta não é a pedra da bexiga maior do que foi retirado. Esse “honra” corresponde a uma que chegou a pesar mais de um quilo e meio. Mas, por que se formam estes irritantes cálculos?
As pedras se formam quando existe alguma dificuldade para esvaziar a bexiga completamente, o que faz com que fiquem na mesma restos de urina muito concentrada, com pouco líquido e muitos resíduos minerais. Esses minerais acabam se cristalizando e formando as pedras. Para eliminá-los, recorre-se a um tratamento chamado cistolitolapaxia, que consiste em utilizar um laser para reduzir de tamanho e poder expulsarlas ao urinar. Mas, no caso de não ser possível, há que recorrer à cirurgia.