Acreditavam que uma mulher tinha a doença de Crohn, mas o seu maldeviase às bolsas de ketchup

Os médicos demoraram seis anos em perceber a realidade

Aqui não vamos dizer que o ketchup seja ruim para a saúde, mas os sacos de plástico que vem sim que o são. Prova disso é que a revista médica British Medical Journal, recolhe-se o caso de uma mulher britânica a quem foi diagnosticada a doença de Crohn.
Trata-Se de um processo inflamatório crônico do trato intestinal, que inclui sintomas como perda de peso, diarrera, dores abdominais muito fortes e sangue nas fezes. A paciente apresentava muitos desses sintomas, assim que o diagnóstico dos médicos parecia claro. Mas os especialistas se impressionaram muito quando, ao fim de seis anos de tratamento, a mulher ainda sem mostrar nenhuma melhora.
Foi então que decidiram uma e levaram a surpresa de descobrir em seu interior dezenas de restos de sacos de plástico de ketchup, em algumas das quais ainda se podia ler o nome da marca. A mulher tinha engolido acidentalmente ao abrir os sacos com a boca. E o fato é que, uma vez extraídas de seu intestino, os sintomas que ele apresentava cessaram instantaneamente.